Partidos marcam data para oficializar candidatos a prefeito para eleições de Curitiba em 2020

A corrida eleitoral para a capital paranaense está acirrada. Com as novas indicações do Partido Novo e Partido Verde totalizam 17 pré-candidatos e faz com que a eleição prefeito Curitiba 2020 seja a com mais candidatos do último século.  

De acordo com as últimas informações das convenções partidárias autorizadas pelo Supremo Tribunal Eleitoral de forma virtual devido à pandemia do Covid-19, o Partido Novo vai confirmar a candidatura do médico oftamologista João Guilherme como candidato a prefeito. Na mesma chapa estará cotada como vice-prefeita a Geovana Conti. 

O partido Verde, por sua vez, que também ainda não havia se pronunciado agora decidiu quem vai ser a sua aposta: o historiador Renato Mocellin. Enquanto isso o PSD de Curitiba convocou a convenção para o dia 10 de setembro para tornar público a decisão que já tinha informado a jornais como o Bem Paraná, de lançar a candidatura do deputado federal Ney Leprevost.

No calendário o PSL também marcou data para oficializar a candidatura a prefeito do deputado estadual Fernando Francischini, outra figura conhecida nas eleições municipais de Curitiba. 

Na esquerda, o PCdoB lançará a Camila Lunes  para a prefeitura da capital, mas ainda espera a data de confirmação em setembro para dizer quem será o concorrente como vice. 

Por último, o PDT marcou para 12 de setembro o momento de oficializar a campanha e candidatura do ex-prefeito e deputado federal Gustado Fruet. 

Quando será as eleições de 2020?

De acordo com o calendário do Tribunal Superior Eleitoral,  que precisou ser alterado em decorrência da pandemia, o primeiro turno será no dia 15 de outubro, enquanto o segundo no dia 29 do mesmo mês. A confirmação de todas as candidaturas pelos partidos deverá acontecer até o dia 16 de setembro. 

As convenções deverão ser obrigatoriamente de forma virtual, tendo autonomia para optar pela ferramenta desejada